domingo, 27 de março de 2016

"Alonso se salvou por pouco", afirma médico da Fórmula 1

"Alonso se salvou por pouco", afirma médico da Fórmula 1



Carro de Alonso ficou completamente destruído após acidente Getty Images No último domingo, o piloto Fernando Alonso viu, de novo, a sua vida passar diante de seus olhos, após sofrer um grave acidente no Grande Prêmio da Austrália. O carro do espanhol chegou a capotar e bater com forma no muro. Ele, no entanto, saiu totalmente ileso. Para o médico da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), doutor Jurgen Lindemann, Alonso teve sorte após a impressionante batida. "Quando um piloto experiente como Alonso se vê nas imagens voando pelos ares e saindo ileso pode dizer a si mesmo: "Este carro é o mais seguro possível". Mas não nos esqueçamos de uma coisa. Ele teve sorte. Se salvou por pouco", disse Lindemann em entrevista à revista alemã Der Spiegel, reproduzida pelo espanhol Mundo Deportivo. Para Lindemann, Alonso só não se acidentou gravemente porque os pilotos da Fórmula 1 nos dias de hoje estão fisicamente preparados.
"Eu não estava lá, mas tenho certeza que lhe doía tudo, ossos e músculos. Isso demora uma semana para melhorar e depois passa, por regra geral. Os pilotos têm corpos muito bem treinados e elásticos. Podem encarar algo assim", afirmou o médico. O acidente de Alonso aguçou o debate sobre a melhora no cockpit dos pilotos. Alguns defendem que este deve ser todo fechado, para maior segurança.  Outros, no entanto, acham que o carro não apresentará a mesma estética presente hoje. A decisão sobre este tema deve ser tomada no final do mês de abril Assista aos programas da Record no R7 Play

Fonte: Automobilismo R7
Categoria: formula-1
Publicado em: 2016-03-27T00:16:02-03:00

Sobre o autor: Programador e publicador web. Google Plus

Nenhum comentário:

Postar um comentário