domingo, 24 de agosto de 2014

Ricciardo aproveita toque de pilotos das Mercedes e vence o GP da Bélgica

Ricciardo aproveita toque de pilotos das Mercedes e vence o GP da Bélgica

Primeiro no Canadá e na Bélgica, Ricciardo é o único piloto fora da Mercedes a ter vencido na F-1 este ano Reuters Se o clima entre os pilotos da Mercedes já estava complicado, ficou ainda pior neste domingo (24). Disputando a primeira posição nas primeiras voltas do GP da Bélgica, o alemão Nico Rosberg e o inglês Lewis Hamilton acabaram se chocando e tiveram suas respectivas performances prejudicadas. Melhor para o jovem Daniel Ricciardo, da Red Bull, que aproveitou a briga dos companheiros de equipe e venceu pela segunda vez na atual temporada.

Apesar de não ter cruzado a linha de chegada em primeiro lugar, Rosberg sai com um saldo muito positivo da Bélgica. Isso porque o dano em seu carro não foi tão grande assim e ele conseguiu se recuperar a tempo de ser o segundo colocado. Hamilton, porém, sofreu com um pneu furado. Ele ainda tentou permanecer na prova, mas estava no pelotão do fundo e acabou abandonando no fim.

Confira, volta a volta, como foi o GP da Bélgica

Veja a classificação dos Mundiais de Pilotos e de Construtores

Pilotos curtem férias da F-1 "adoidado": romance, pizza e exame de sangue

Desta forma, Rosberg aumenta sua vantagem na liderança do campeonato de 11 para 29 pontos (220 a 191). Ricciardo, por sua vez, é o terceiro colocado com 156. Restam sete corridas em 2014, com a vitória valendo 25 pontos.

Hamilton foi melhor que Rosberg na largada, mas ambos se enroscaram e Ricciardo se deu melhor Reuters O domingo também ficou marcado por mais uma surra levada por Felipe Massa de seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas: enquanto o finlandês subiu ao pódio na terceira posição, o único brasileiro do grid ficou apenas em 13º lugar. Nono no grid de largada, o paulista andou em ritmo lento durante boa parte da corrida porque seu carro acabou atingido por detritos do acidente entre Rosberg e Hamilton.

Cabe destacar que Bottas ainda teve o mérito de ultrapassar o compatriota Kimi Raikkonen na penúltima volta. Em sua melhor apresentação no ano, o piloto da Ferrari foi o quarto, quatro posições à frente do outro piloto da escuderia italiana, Fernando Alonso.

A Fórmula 1 volta a ser disputada no dia 7 de setembro, na Itália. Confira a classificação final do GP da Bélgica

1 - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) - 44 voltas
2 - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) -  a 3s3          
3 - Valtteri Bottas (FIN/Williams) - a 28s
4 - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - a 36s8
5 - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) - a 52s1
6 - Kevin Magnussen (DIN/McLaren) - a 54s2
7 - Jenson Button (ING/McLaren) - a 54s5
8 - Fernando Alonso (ESP/Ferrari) - a 61s1
9 - Sergio Pérez (MEX/Force India) - a 64s2
10 - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) -  a 65s3
11 - Nico Hulkenberg (ALE/Force India) - a 65s6
12 - Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) - a 71s9
13 - Felipe Massa (BRA/Williams) - a 75s9
14 - Adrian Sutil (ALE/Sauber) - a 82s4
15 - Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber) - a 90s8
16 - Max Chilton (ING/Marussia-) - a uma volta
17 - Marcus Ericsson (SUE/Caterham) - a uma volta
18 - Jules Bianchi (FRA/Marussia) - a cinco voltas

Abandonaram:
Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - a seis voltas
Romain Grosjean (FRA/Lotus) - a 11 voltas
Pastor Maldonado (VEN/Lotus) - a 43 voltas
André Lotterer (ALE/Caterham) - a 43 voltas
 

Fonte: Automobilismo R7
Categoria: formula-1
Publicado em: 2014-08-24T10:31:00-03:00
Ler mais aqui.

Sobre o autor: Programador e publicador web. Google Plus

Nenhum comentário:

Postar um comentário